Karol Costa
Cartas da Karol
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos

Tudo é passageiro

Existem coisas nesta vida que inevitavelmente acontecem, mas por uma ótica sensata e até mesmo prudente não deveria ganhar mais visibilidade.

Infelizmente é comum exaltar tudo aquilo que não é bom e como alguns dizem "dar ibope".

O ser humano tem que aprender que o mal existe sim, entretanto, as coisas boas devem sim receber mais atenção e serem exaltadas quantas vezes for possível.

Tudo nesta terra é feito de energia, embora haja aqueles que não desejam olhar pelo lado "mistico" , enfim.

Pela lei da atração, a energias semelhantes se atraem enquanto as opostas se repelem.

Por isso que apenas pessoas que emanam os mesmos desejos e possuem as mesmas atitudes conseguem conviver em certa harmonia, enquanto os opostos não.

Sempre haverá aquele(a) que foque apenas no seu próprio umbigo e queira impor a sua verdade ao demais.

É importante lembrar que todos tem o direito de ter o seu ponto de vista, mas isso não quer dizer que o seu coleguinha seja obrigado a seguir pelo mesmo caminho que você.

Cada um faz a escolha que melhor te satisfaz e até mesmo lhe parece "mais favorável".

A única coisa que deve ser unânime é o respeito, sabe onde começa e termina o seu direito, sem que haja invasão do espaço alheio.

Dito isso, crença cada um tem a sua, visão política também como outras visões também e em todas as situações o que deve imperar é o respeito e o bom senso.

Saiba cultivar as coisas boas e deixe as coisas ruins.

Isso não quer dizer que deva fechar os olhos, pelo contrário tem que ter atitudes diferentes para que as situações ruins não se tornem um hábito em seu cotidiano.

Lembre-se a mudança começa consigo mesmo.

O outro só tem poder em cima de ti, a partir do momento que você a concede ao outro.(Karol Costa)

Karol Costa
Enviado por Karol Costa em 13/12/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários